Você está aqui

Análise do juice Frida – Ecig Rio

 

Frida é mais um juice da Ecig Rio, loja carioca com sua própria linha de juices premium intitulada Damas, exclusivamente voltada à sabores de tabaco, muitos inspirados nos juices da famosa marca Halo que se caracterizou por ter sabores consagrados de tabaco.

Confira tudo o que a Ecig Rio tem a oferecer através de nossa análise da marca que fizemos neste artigo.

Sabor e Vapor


Para esta análise utilizei um dripper Pharaoh com uma Single Fused Clapton de kanthal A1 com 4 voltas dando 0.37 ohms e wickei com Cotton Bacon. Experimentei várias potências, de 50 watts a 80 watts e este é um juice que se comporta bem diferente dependendo da temperatura do vapor, sugiro que teste várias opções. 

A Ecig Rio nos dá a seguinte descrição para seu juice:

Frida é uma mistura premium de tabaco que oferece as nuances complexas de uma experiência autêntica do cigarro. Com notas de amendoim e cacau esse líquido de doçura seca é um ótimo líquido para o dia a dia vai agradar em cheio amantes do Prime 15 da halo.

Muitos líquidos da série Damas buscam inspiração nos juices da Halo, uma marca muito famosa há alguns anos atrás que fez sua fama numa época de aparelhos mais simples como Provaris e atomizadores com silica, nada do que temos hoje.

Os juices da Halo buscavam agradar um público que procurava por uma experiência mais parecida com o cigarro, entregando tabacos secos que exploravam um throat hit mais forte (aquela sensação de arranhar na garganta) produzida pela nicotina e potencializada pelo propilenoglicol.

Ao abrir o juice é nítido um aroma de um tostado seco, com notas de amendoim e um toque de chocolate. Esses aromas são também sentidos no sabor, com característica bem seca e uma combinação de tabacos florais com especiarias, coroados com o tostado característico do amendoim e um leve fundo de chocolate amargo.

O cacau acaba aparecendo de forma pontual nas notas de base, aquelas que sentimos quando soltamos o vapor, bem no fundo e quase escondido atrás do tostado, mas suficientemente perceptível, dando um toque agradável. As notas altas são definidas pelo tabaco seco e tostado, com toque de amendoim, característico do aditivo Acetil Pyrazine.

É um tabaco complexo que se comporta de maneiras diferentes dependendo do atomizador, da potência e do tipo de setup.

Infelizmente (no que concerne esta análise pelo menos) não vaporo mais com nicotina (não consigo nem que eu tente) portanto não pude experimentar a combinação do throat hit que a nicotina proporciona com o sabor do Frida, mas posso especular que certamente funcionaria muito bem pois o sabor tem tudo para dar certo com a sensação.

O juice possui um blend de 50% VG e 50% PG o que potencializará mais ainda a presença da nicotina e o throat hit.

Experiência e conclusão


A experiência como um todo encaixa perfeitamente com a busca por um sabor similar ao tabaco queimado, para aqueles que querem algo parecido com o cigarro.

Apesar de cigarro ter gosto de cinza e não ser nada agradável, coisa que só descobrimos realmente quando paramos de fumar, o Frida dá uma experiência bem colocada para quem está procurando algo que não seja doce, frutado ou ainda tabacos terrosos e caramelizados que são tão comuns. É um sabor seco e direto que deve servir muito bem para os iniciantes.

Para quem está começando no vapor e quer substituir os cigarros convencionais, pode ser um sabor perfeito para all day, porém o Frida pode ser seco e afiado demais para aqueles acostumados com sabores mais suaves. 

Marca Ecig Rio
Nome do juice Frida
Principais notas Tabaco seco e tostado com toque de cacau
Site do fabricante Ecig Rio

 

 

 

 

Artigos relacionados

Leave a Comment