Você está aqui

Análise do juice Cafeteria – Caravela Liquids

 

Temos juice novo e marca nova para analisar!

A marca Caravela Liquids gentilmente encaminhou algumas amostras pra análise aqui no Vapor Gourmet e hoje vamos começar com o Cafeteria. Como sempre faço, temos também o raio-x da marca neste artigo para você saber tudo o que eles têm a oferecer, dentre tantos sabores, o inédito sistema “monte seu juice”, vale o clique!

Sabor e Vapor


Provei o Cafeteria utilizando uma single coil de Fused Clapton do Matsu Coils resultando em 0.34 ohms instalada no dripper Pharaoh, usando Cotton Bacon e tocando num Predator em modo POWER com 80 watts e pre-heat de 90 watts por 1 segundo. 

Vamos à descrição oficial retirada diretamente do site da Caravela Liquids:

Bolos, cafés, e chocolates amargos, irão lhe dar a impressão de estar entrando em uma cafeteria a todo vapor.

Receita voltada a quem procura uma experiência de sabor parecida com um chocolate 70% cacau e café preto, não muito doce mas por isso agradável de se usar a qualquer hora.

Sou um apreciador de café, gosto da bebida, gosto de experimentar grãos diferentes, em casa a todo momento há uma xícara de café quente sempre pronta para ser servida e tomada.

Infelizmente, no vapor a coisa muda de figura.

Já provei vários juices e receitas de café e considero este um dos sabores mais desafiadores do vapor, talvez empatado com o chocolate, portanto foi de admirar que a Caravela Liquids resolvesse utilizar ambos os sabores mais complicados do vapor juntos em um mesmo juice. Tanta coisa para dar errado é no mínimo uma aposta corajosa.

As experiências que eu tive sempre tiveram uma nota exageradamente queimada tentando imitar um sabor impossível de atingir, imagino porque no vapor não há como ativar as papilas gustativas do amargo da mesma forma que o café normal consegue. Ao mesmo tempo, no vapor os chocolates que provei sempre tiveram aquele sabor de gordura hidrogenada de chocolate vagabundo que a gente comprava quando criança na padaria e não tinha marca de fabricante.

Outro ponto importante a considerar é que as essências de café são muito fortes, não raras são as indicações de menos de 1% para utilização em receitas e até isso chega a ser demais,o que significa que é muito fácil errar. Já no chocolate ocorre o contrário, muitas receitas experimentam combinações de chocolates diversos e altas proporções na tentativa de conseguir um sabor mais parecido com o cacau.

Foi nestes experimentos que eu descobri que o café não funciona como sabor, ele deve ser encarado como uma característica, da mesma forma que Koolada é um aditivo que dá a sensação “gelada” ao juice e Acetyl Pirazine dá a sensação de tostado, o café deve dar a sensação de amargor queimado que o café expresso dá no fundo da boca. O chocolate também é um tipo de característica, mas mais voltada ao doce amargo do que ao chocolate que conhecemos em barra.

Apesar de todo esse entendimento, eu ainda não consegui chegar a uma receita com café ou com chocolate (piorou com ambos) que realmente me agradasse e é exatamente por causa disso que acredito poder dar o real valor ao Cafeteria da Caravela Liquids.

É realmente impressionante o quão simples e genial pode ser um juice. O Cafeteria entrega um sabor leve e ao mesmo tempo o mais próximo de um bolo de chocolate com uma xícara de café que eu já encontrei. 

A combinação de chocolate amargo, bolo e café funciona perfeitamente. Nas notas altas, as que sentimos ao puxar o vapor, está a massa de bolo, molhada e levemente adocicada, sendo rapidamente combinada com a nota de correlação do chocolate, que faz a ponte de ligação com as notas base de café, que sentimos ao soltar o vapor.

Claro que tudo acontece rapidamente e essas várias etapas se transformam em uma coisa só, um pedaço de bolo de chocolate com um gole de café por cima.

Foi a primeira vez que eu cheguei literalmente à metade de um frasco de juice para conseguir fazer uma análise e eu nunca uso os juices antes de prová-los para o Vapor Gourmet. Apesar de ser um juice aparentemente simples, possui uma complexidade que apenas àqueles acostumados com o DIY podem realmente apreciar.

Aqui, 1% é o suficiente para estragar a coisa toda.

O percentual de 70% de VG combina perfeitamente com o sabor, pois o maior volume de vapor ajuda a encaixar a experiência como um todo.

Experiência e conclusão


Se você gosta de café, chocolate ou preferencialmente ambos, o Cafeteria é obrigatoriamente um juice que você precisa provar.

Confesso que quando a Caravela Liquids entrou em contato comigo dizendo que tinha um juice de café que eu provavelmente gostaria, eu estava cético.

Mas o Cafeteria quebrou meus (pré)conceitos entregando não apenas um excelente juice de café, quanto de chocolate, numa combinação realmente única.

Marca Caravela Liquids
Nome do juice Cafeteria
Principais notas Bolo, chocolate e café
Site do fabricante/distribuidor http://www.caravelaliquids.com
Análise da marca http://www.vaporaqui.com.br/vapor-gourmet-marca-caravela/

Artigos relacionados