Você está aqui

Tudo sobre mods mecânicos

 

Primeiramente deixe-me alertá-lo que eu pessoalmente não utilizo mods mecânicos. Mesmo com o conhecimento que já adquiri eu não me sinto à vontade ao usá-los. Creio que isso já é indício suficiente do quanto conhecimento e cuidado seja necessário para utilizar um mod mecânico, também conhecido como “não regulado”.

Mas se você quer mesmo saber como funcionam e o que é necessário para utilizá-los com segurança, é exatamente sobre isso que vamos tratar neste artigo.

O que são mods mecânicos ou não regulados


São o oposto dos mods regulados (ok, duh!). Mods regulados recebem este nome por possuir um chip de controle de regulagem de potência, que calcula coisas e controla a potência aplicada puxando e equilibrando energia da(s) bateria(s). Com os regulados você não precisa se preocupar com muita coisa, desde que use baterias de boa qualidade, o aparelho lhe protege de praticamente tudo: instalação invertida das baterias, super aquecimento, curto circuito ou resistências muito baixas, limita a corrente, limita a potência, regula a voltagem, entre outras coisas.

Já os mecânicos, uma vez que não tem chip, nada mais são do que uma embalagem de metal para as baterias, fechando circuito entre o pólo negativo e o positivo e tendo na ponta um atomizador instalado, cuja resistência irá esquentar. 

Eles não oferecem nenhuma proteção portanto tudo deve ser controlado por você.

Lei de Ohm


Quando falamos em cigarros eletrônicos devemos aplicar a Lei de Ohm para calcular valores como “amperagem” (corrente), “voltagem” (tensão), “wattagem” (potência) e “resistência” (obrigado Daniel!).

Esses valores são importantes para muitas coisas, principalmente para o uso com segurança. Um artigo bem completo pode ser encontrado neste link.

A fórmula para cálculo das três medidas mais importantes muda de acordo com o tipo de aparelho.

Nos regulados utilizamos a fórmula “Potência em watts ÷ quantidade de baterias ÷ voltagem das baterias = corrente em ampéres”.

Já nos mods mecânicos, pela falta de um chip regulador, a equação se torna: “Potência em volts ÷ resistência = corrente em ampéres”.

Confira o gráfico abaixo:

 

Cuidados ao se usar mods mecânicos


Várias questões devem ser observadas ao utilizar mods não regulados, as principais delas:

Baterias


As baterias são o elo fraco na maioria dos aparelhos eletrônicos, quando vemos vídeos na Internet de cigarros eletrônicos explodindo o que na verdade explode são as baterias, como qualquer outro dispositivo que utilize baterias potentes como é o caso de celulares, tablets e outros aparelhos.

Por este motivo é que sugiro que você aprenda a utilizá-las, para tanto temos um artigo bem completo que fala só sobre baterias, como escolher, usar e manter:

Baterias não explodem porque querem (atualizado)

Também temos um artigo que lhe ajuda a escolher os melhores modelos de baterias:

Lista de baterias recomendadas

Resistências


Como vimos, a corrente exigida das baterias é calculada pela fórmula “Potência em volts ÷ resistência = corrente em ampéres” e também sabemos que as baterias possuem um limite máximo de quantos ampéres elas podem aguentar sem comprometer sua segurança, podendo apresentar ventilação (vazamento químico) e até explosão.

O fator que mais temos controle e que está mais sujeito à variações é a resistência. É muito fácil partir de uma resistência de 1 ohm e acabar instalando outra de 0.1 ohms e tudo modifica.

Para calcularmos sempre vamos considerar que a bateria está com a carga cheia, aproximadamente em 4.2 volts, pois é neste caso que há mais risco de stress, então vamos nivelar para termos então um controle levando em conta “o pior dos casos”.

A 1 ohm o cálculo fica 4.2 volts ÷ 1 ohm = 4.2 ampéres

A 0.5 ohm o cálculo fica 4.2 volts ÷ 0.5 ohm = 8.4 ampéres

A 0.3 ohm o cálculo fica 4.2 volts ÷ 0.3 ohm = 14 ampéres

A 0.15 ohm o cálculo fica 4.2 volts ÷ 0.15 ohm = 28 ampéres

É entendido que são pouquíssimas baterias que ultrapassam os 20 ampéres máximos de corrente contínua sem apresentar problemas, portanto, no quarto exemplo, estamos com uma situação de risco.

Curtos


Um curto ocorre quando uma resistência instalada em um atomizador acaba encostando em algum metal do próprio atomizador, gerando uma grande variação na resistência. Essa variação pode causar um pico de stress que a bateria não consiga lidar e acabe falhando seus mecanismos de proteção, gerando vazamentos e até explosões.

Portanto, é necessário se estabelecer uma rotina de conferência de sua coil para que não acabe com o uso se desgastando, entortando e encostando nas partes do atomizador.

Eu sugiro a verificação a cada novo refil do tank.

Ferramentas excelentes para lidar com isso são pinças com pontas de cerâmica que não conduzem eletricidade portanto podem ser usadas ao mesmo tempo que a coil esteja sendo acionada, sem chance de provocar curtos.

E para conferir o valor da resistência e até a presença de curtos você pode usar um mod regulado antes de instalar o atomizador no mecânico, pode usar um ohmímetro (aparelho feito para acondicionar o atomizador e ler sua resistência) ou ainda um multímetro, aquele dispositivo que a maioria dos eletricistas usam.

Quedas


Uma queda pode gerar um deslocamento da bobina no atomizador, afrouxando as pernas das coils, movendo-as para mais próximo das paredes dos atomizadores, tudo isso contribuindo para gerar curtos que não haviam desde sua última conferência.

Baterias que recebam quedas também podem amassar e comprometer toda a sua estrutura interna, perdendo sua capacidade de segurança e de controlar os componentes químicos dentro delas que são responsáveis para que tudo aconteça. Se amassadas ou com sinais de queda, sugiro descarte imediato em local apropriado.

Disciplina e a eterna conferência


Eu não utilizo mods mecânicos exatamente por isso, a disciplina e constante vigilância necessária para se ter certeza que está tudo certo, porque se não houver este ritual quase paranóico, quem sabe um dia, meses depois de ler este artigo, será o dia em que você esqueceu de conferir sua build, suas resistências estão um pouco frouxas, a bateria um pouco descarregada demais e sua resistência passa a ser baixa demais. O que acha que pode acontecer? 

Então para me poupar do stress e da preocupação eu só uso mods regulados, que mesmo com vários tipos de proteção ainda precisam de certos cuidados.

Mods mecânicos exigem mais disciplina do que técnica


Lógico que é preciso saber a técnica de fazer coils, calcular ohms e escolher e cuidar de suas baterias, mas o processo todo uma vez realizado torna-se uma rotina que deve ser disciplinada.

Montar, instalar, conferir e acionar. Utilizar, conferir e acionar. Seu mod não tem chip, você é o chip, é você que irá lidar diretamente com as questões de segurança. Qual é a carga da bateria? Qual é a resistência da coil? Ela está bem instalada? Verificou com um multímetro ou um ohmímetro?

Será nessa rotina que você viverá para poder se envolver com mods mecânicos minimizando eventuais problemas e isso não será feito apenas na primeira vez que montar o setup e passar a vaporar. Será necessária uma manutenção constante para verificar se nada mudou, se não há curtos, se a bateria estará esquentando, qual é a resistência? Ela mudou? 

Você deverá pensar nisso na primeira semana, no primeiro mês, após 2 anos, 3 anos, 7 meses, 2 semanas, 5 dias, 14 horas e 21 minutos desde que começou no vapor com os mods mecânicos, na sua trocentésima coil, sim, você precisará conferir novamente todos os passos para garantir que esta não seja aquela que iria arrancar seus dentes e queimar a sua cara.

É por isso que eu não utilizo mods mecânicos e considero a disciplina o fator mais difícil de se aprender e manter do que entender como funciona os mods regulados, como fazer coils, entender a Lei de Ohm, etc.

Caso essa vida não seja para você, sempre há os mods regulados.

O que pode acontecer se um desses passos não for seguido


Normalmente dor e sofrimento. É preciso lembrar que baterias não explodem porque você passou perto ou um pouco acima do limite que elas possuem. É tudo muito relativo. Os fabricantes analisam e definem valores médios, criando produtos que vão aguentar certos descuidos e exageros, mas os valores de segurança estão lá e foram pensados para serem respeitados.

Claro que ao ultrapassar o limite você não irá desintegrar imediatamente, mas já estará em um terra sem lei onde a qualquer momento algo pode dar errado. 

Se você insistir e continuar passando dos limites, o stress gerado irá causar problemas à curto ou médio prazo, enfraquecendo os mecanismos de proteção da bateria e tornando-a suscetível à problemas. Sempre haverão vários momentos que nada de ruim acontece, que está tudo certo, até a hora que isso muda e no caso de baterias essa mudança é abrupta e vem acompanhada de ácido e fogo cuja direção normalmente é voltada para a sua cara.

Você vai encontrar por ai pessoas que usam pilhas que tiraram de Notebooks, pilhas não indicadas que estão funcionando perfeitamente e quem sabe você esteja se perguntando se este artigo não é um pouco exagerado.

Deixe-me finalizar com um exercício de pensamento. Imagine que você tem um carro potente, que já ganhou alguns rachas. Você cuida do carro, troca o óleo, cuida dos pneus, só usa peças boas. É um processo chato, mas você entente que é necessário.

Enquanto isso seu competidor não faz nada disso, só dá uma olhada geral de vez em quando, enche o tanque e entra no carro pra correr. Pode ser que ele sempre ganhe de você, mas as leis da Física são putas vingativas e quando ele menos esperar o pneu vai estourar, o motor vai pegar fogo, óleo quente vai jorrar para dentro do carro e queimar aquele infeliz preguiçoso até os ossos.

Sempre haverá aquele dia, aquela hora, aquele minuto, aquele segundo que é o momento da cagada, é ali que tudo vai pra merda e resta a você decidir se quer caminhar para um encontro com esse dia. Entendeu?

Devo ou não usar os mechs mods


Sem dúvida, mechs mods são relativamente baratos, possuem modelos que são verdadeiras obras de arte, podem ser encontrados em materiais bem diferenciados como pedras, madeira, metal, cuja criatividade de design só é limitada pelo artista.

São muito fáceis de montar e utilizar, sendo bem setados vão lhe dar um vapor de alta potência, muito satisfatório, digno de competições.

Apenas lembre-se que você terá que manter uma disciplina rígida de conferência do que está fazendo, coisa que não é para qualquer perfil, mas se for o seu, ótimo!

Fora isso, Vape On!

Artigos relacionados