Mais uma vez a Inglaterra mostra como uma sociedade preocupada com a saúde de sua população e principalmente com a verdade deve agir e nesta semana um estudo independente sobre os cigarros eletrônicos feito pela Public Health England (PHE) lançou uma atualização de estudos e conclusões que já haviam sido feitas em 2015.  O relatório cobre assuntos extremamente relevantes como o uso dos aparelhos por adultos e jovens, os riscosLEIA MAIS

Você escuta mentiras e opniões duvidosas todos os dias. Que tal algumas verdades para jogar na cara da sociedade? Eu sei bem como é passar por isso: Uma chamada tendenciosa num site de notícias, uma reportagem na tv, aquilo vem rolando pela timeline do seu facebook… e você já sabe exatamente o que estarão falando: mais e mais histórias manipuladas para assustar as pessoas em relação ao vapor. A cadaLEIA MAIS

  Um relatório divulgado pelo governo americano atesta que as análises de químicos relacionados ao vapor, feitas dentro de um vape shop, apresentaram níveis inferiores aos esperados, bem abaixo dos limites máximos permitidos. O órgão americano responsável pela segurança na saúde (NIOSH) divulgou, agora em julho de 2017, um relatório chamado “Avaliação da Exposição Química em um Vape Shop”, de uma série de análises realizadas em Janeiro de 2016. OLEIA MAIS

    Este é provavelmente o artigo mais importante do site relativo à segurança no uso de um cigarro eletrônico pois estão nas baterias as maiores causas de acidentes mais graves como queimaduras e até explosões. Artigos na mídia que contam histórias de cigarros eletrônicos pegando fogo ou explodindo muitas vezes falham em explicar que a culpa, na esmagadora maioria dos casos, recai nas baterias e normalmente no erro doLEIA MAIS

  Os cigarros eletrônicos já eram considerados pelo menos 95% mais seguros do que os cigarros tradicionais de acordo com um estudo realizado pelo governo da Inglaterra (leia o artigo aqui) desde Agosto de 2015, mas agora um novo estudo clínico desenvolvido pelo Dr. William Stephens da Universidade de St. Andrews na Escócia afirma que os cigarros eletrônicos são ainda mais seguros, chegando a apresentar menos de 1% dos riscos de desenvolver câncerLEIA MAIS

Gatos são bichos naturalmente sensíveis e como qualquer espécie, vêm acompanhado de algumas condições pré-determinadas de saúde. Uma dessas condições clássicas dos bichanos é a maior incidência da presença de “Corpos de Heinz”, sendo duas vezes mais afetados que os nossos catiorineos e até 4 vezes mais do que os humanos. Os Corpos de Heinz são relativamente presentes em quase todos as espécies e são definidos pela presença de hemoglobinaLEIA MAIS

A Tecmundo resolveu variar um pouco e pesquisar antes de escrever sobre os cigarros eletrônicos. Depois de repetir algumas baboseiras publicadas por fontes não muito confiáveis como “Cigarro eletrônico pode ser de 5 a 15 vezes mais cancerígeno” e nada mais do que 6 matérias (em uma rápida pesquisa que fiz) de “explosão de cigarros eletrônicos” (aproveitando claro o sensacionalismo) com pérolas como “…os cigarros eletrônicos utilizam bateria de íon-lítio, a qual,LEIA MAIS

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, até 2030 o número de mortes todos os anos decorrentes do tabaco será de 8 milhões, o que equivale a 1 bilhão de pessoas mortas no século 21 contra 100 milhões no século passado. Nunca foi tão necessária uma alternativa para auxiliar no combate ao tabagismo e o cigarro eletrônico prova mais uma vez que é uma alternativa segura e eficaz no combateLEIA MAIS